Blog

Speicherstadt, Patrimônio da Unesco

Speicherstadt – os antigos armazéns de Hamburgo e desde 2015, patrimônio da UNESCO

(Post atualizado em janeiro de 2017)

O maior complexo contínuo de armazéns do mundo. Somente isto já valeria uma visita. Adicione a isto mais de 15 museus, como o maior museu em miniatura do mundo (Miniatur Wunderland), além de diversos canais, e você tem tudo que precisa para um dia inesquecível.

Os armazéns da Speicherstadt são muito diferentes dos que conhecemos hoje. Tendo sido construídos entre 1883 a 1927 em arquitetura neogótica com suas fachadas de tijolos vermelhos, esses edificios em perfeito estado de conservação nos levam a um tempo onde o transporte por contêineres ainda não existia.

Breve história da Speicherstadt 

Após a entrada da cidade independente e soberana de Hamburgo na Confederação Alemã, Hamburgo decidiu não aderir ao sistema único de tarifas alfandegárias vigente: Porém em 1871 com o estabelecimento do Império Alemão, isso já nao foi mais possível e Hamburgo se encontrou na dificil posição de ter que abrir mão de seu status de área de livre comércio e isenção de impostos.

Como esta nova situação não agradava em nada o povo e a industria de Hamburgo, foi oferecido à cidade o privilégio de se manter uma parte da cidade livre de impostos.

Para tal fim foram inicialmente escolhidas algumas ilhas no Elba, porém o projeto logo se expandiu para o antigo bairro de Kehrwieder (hoje, o nome de uma rua próximas aos armazéns). Devido à necessidade de construção de uma área livre de moradias, mais de 20.000 pessoas foram relocadas desta região para bairros como Barmbek and Hammerbrookstraße.

Apesar da construção o ter sido finalmente terminada em 1927, já em 1898 o Imperador Wilhelm II inaugurou a Speicherstadt, pois se esperava que a obra estaria completa em poucos anos.

Por se tratar de uma zona livre de impostos, toda a região recebia um tratamento especial, sendo inclusive nescessário a apresentação de passaporte para entrada em diversos locais, além de um forte sistema de segurança ao redor de seus canais.

Turismo em Hamburgo
Visão lateral dos armazéns de Hamburgo

O declínio 

Com o advento dos contêineres, os armazéns como os da Speicherstadt perderam sua função. A cada navio de contêiner que aportava em Hamburgo, a Speicherstadt tornava-se obsoleta.

Armazéns de Hamburgo hoje

Entre 2001 e 2004, como parte dos planos de reivitalização da região, foi eliminada a área livres impostos alfandegários dos armazéns.

Hoje os únicos produtos que recebem um tratamento alfandegário diferenciado nessa região de Hamburgo são os tapetes persas sendo que 1/3 do comércio mundial deste produto passa por aqui.

Diversas empresas de mídia e comunicação tem sua sede em Hamburgo e muitas desteas empresas escolheram a Speicherstadt como locação para seus escritórios. Além das salas comerciais, os armazéns dos dias de hoje abrigam também inúmeros museus (conforme falamos no início do post) tornando esta região um grande ponto turístico da cidade de Hamburgo. Para finalizar, ainda tem o café torrado na hora da Speicherstadt Kaffeerösterei.

Em 2015, a Speicherstadt passou a integrar a lista de Patrimônios da Humanidade da UNESCO.

Principais atrações da Speicherstadt

Em nossos passeios conhecemos mais desta região, sua história e fatos curiosos. Também vale muito a pena conferir seus diversos museus. Mas fique atento, pois algumas destas exposições ou eventos somente estão disponíveis em alemão. Consulte os sites para mais informações sobre tours.

Museu Maritimo Internacional de Hamburgo

Miniatur Wunderland

Hamburg Dungeon

Museu das Especiarias

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Back to top