Blog

Igreja de São Miguel (Michaeliskirche)

Quem atravessa as pontes que cruzam o rio Elba, para chegar em Hamburgo, vê já de longe algumas torres, que são a marca da cidade de Hamburgo. Mas ao caminhar pelo centro da cidade, há uma uma torre em especial que se vê de quase todos os pontos. É a igreja de São Miguel, localizada no bairro de Sankt. Pauli. Por trás dessa linda torre, já são mais de três séculos de história, e um símbolo de renovação para os moradores da cidade.

Chamada também de Michel (ou apenas “Miguel”), a igreja foi construída em 1647, já depois da Reforma Protestante (ao contrário das outras quatro grandes igrejas de Hamburgo). Essa diferença é notada principalmente na arquitetura do interior da igreja, em estilo barroco, mais clara, permitindo maior passagem da luz do sol, além dos detalhes bastante ricos, alguns em ouro, e bem trabalhados. Mesmo com a premissa do Protestantismo de que as igrejas deveriam ser modestas, os poderosos mercadores de Hamburgo queriam que a igreja demonstrasse a prosperidade e riqueza da cidade.

Desde a sua construção, a igreja de São Miguel foi marcada por episódios marcantes, que levaram a sucessivas obras de reconstrução. Em 1750, a torre da igreja, na época feita em madeira, ficou completamente destruída após ser atingida por um raio. As obras de reconstrução da torre terminaram apenas 12 anos depois.

Em 1906, durante algumas obras de manutenção, um acidente inicia outro grande incêndio da torre da igreja de S. Miguel. Mas desta vez, a torre fora reconstruída já em concreto e aço, ficando pronta em 1912.

Curiosamente, em 1943, com os bombardeios da Operação Gomorra que varreram a cidade de Hamburgo em chamas, a igreja de S. Miguel manteve-se de pé e relativamente pouco destruída, em comparação com os prédios na área ao redor. A cripta da igreja chegou a ser usada como abrigo durante os bombardeios. Em 1952, as partes destruídas da igreja já haviam sido reconstruídas, mas até meados dos anos 2000 outras obras de restauração foram realizadas.

Quadro com algumas imagens da torre da igreja em diferentes épocas

Por falar na torre da igreja de S. Miguel, este é um dos pontos mais visitados de Hamburgo, e realmente vale a pena. Do alto de 106 metros de altura, tem-se a vista mais bonita da cidade, em 360 graus.

A Elbphilharmonie ainda em construção e o porto de Hamburgo

Para chegar à torre, o visitante deve comprar o ticket (valor normal para adultos: 6 Euros). A subida dos mais de 1000 degraus pode ser feita de elevador, ou de escadas. Se para subir é cansativo, recomendo que pelo menos na descida usem as escadas, assim é possível ver por exemplo, os sinos da igreja. Dependendo do horário, você pode passar no exato momento em que os sinos estão tocando (cuidado com os ouvidos!!)

Bling bling bling!!!! Passando ao lado dos sinos na hora em que começam a tocar. Você pode ir até a torre da igreja de elevador ou pelas escadas, que passam ao lado dos sinos.

Para aproveitar ainda mais a visita à Michaeliskirche, vão mais algumas dicas do que ver:

– Todos os sábados entre abril e setembro, às 12h, você pode ouvir o tocar dos órgãos da igreja

– O trompeteiro, que toca do sétimo andar, todos os dias às 10h e 21h, e aos domingos, às 12h

– A cripta, onde estão enterrados cidadãos ilustres e personalidades, como o compositor Carl Emmanuel Bach, além da capela e do altar, onde missas e eventos são celebrados.

– Torre da igreja à noite (Nachtmichel)!! De seg. a sábado (exceto feriados) é possível visitar a torre a partir das 21h. O ingresso para adultos custa 10,50 Euros e dá direito à uma bebida (sim, na torre existe um mezanino com um barzinho e cadeiras!).

Igreja de S. Miguel em Hamburgo (Michaeliskirche)
Englische Planke 1
20459 Hamburg

Novembro a Abril:
diariamente de 10h às 18h
(entrada até as 17:30h)

Maio até Outubro:
diariamente de 09h às 20h
(entrada até as 19:30h)

Durante os cultos, a entrada é permitida, mas não é possível passear pela igreja.

Até o próximo post!

Rafa 🙂

 

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

Back to top